Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

O presidente da FPF disponibilizou-se para repensar os quadros competitivos da I Liga, Taça de Portugal e Taça da Liga

Pinto da Costa (FC Porto), Luís Filipe Vieira (Benfica), Frederico Varandas (Sporting) e António Salvador (Braga) estiveram entre os 16 líderes dos emblemas da I Liga que o Presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, reuniu em Fátima, esta manhã, para debater o futuro imediato do futebol profissional, revelando a sua disponibilidade para liderar o processo das questões fiscais e das apostas desportivas junto do Governo.

Com a exceção do Chaves e do Nacional da Madeira, o presidente da Federação Portuguesa de Futebol conseguiu reunir os restantes 16 presidentes das sociedades desportivas que disputam a primeira divisão do campeonato nacional, além do presidente da Liga, Pedro Proença, na reunião marcada para Fátima, onde se debateram medidas para aumentar a competitividade externa do futebol profissional português.

Durante o encontro, que aconteceu na sequência do anúncio das alterações da UEFA para o ciclo 2021/24, que terão impacto na participação dos emblemas portugueses na futuras três competições (Liga dos Campeões e ligas Europa 1 e 2), “Fernando Gomes demonstrou disponibilidade para liderar uma estratégia comum que permita apresentar uma proposta sustentada ao Governo sobre fiscalidade e apostas desportivas”, revelou fonte do organismo a O JOGO.

“O presidente da FPF disponibilizou-se, também, para repensar, em conjunto com a Liga e os clubes, os quadros competitivos da I Liga, Taça de Portugal e Taça da Liga”, referiu a mesma fonte.

Na reunião de Fátima, que durou cerca de duas horas, a FPF defendeu “a necessidade de uma estratégia comum que permita aumentar a notoriedade internacional do principal produto de clubes, a I Liga”, apelando ainda à reflexão para “a execução de um plano coletivo” que permita ter clubes mais fortes no contexto europeu.

Comments

comments

O que pode ver

O roubo do ano em vídeo à moda do FC Porto

Há jogos frustantes. O de ontem passou os limites. Andamos há mais de dois anos …