Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

FC Porto emite esclarecimento sobre as acusações do Insolvente à PSP!

Após a PSP, ter emitido um comunicado a desmentir as declarações de Francisco J Marques (VER AQUI) , o FC Porto reagiu ao mesmo comunicado, no seu site oficial, esclarecendo que não acusou a PSP de nada, tendo-se limitado a ler a parte inicial de um e-mail enviado a 21 de dezembro de 2009 por Rui Pereira para Domingos Soares Oliveira.

Os dragões citam a “estratégia montada para retardar a entrada de adeptos do FCP”, “estratégia essa que incluía a participação da PSP”, e divulgam o e-mail na íntegra. E dizem, ficar a aguardar que a Direção Nacional da PSP esclareça a sua posição sobre o assunto.

Ora ora, Francisco J Marques enterra-se e o clube enterra-se com ele.

Primeiro Francisco J Marques, no Porto Canal, refere “Caro doutor, tal como falado, havia uma estratégia montada para retardar a entrada dos adeptos do FC Porto, estratégia essa que incluía a participação da PSP, dada que foi instalada uma segunda linha de revista spotters da PSP. E escuso de ler mais deste mail”. Claro insolvente, não convinha continuares, porque além de acusares a PSP irias chegar ao famoso paragrafo, que cita “apesar de tudo, este tempo de revista e de entrada no estádio foi muito parecido com a entrada dos nossos adeptos no dragão, na época passada em que o cortejo chegou cerca de 45 min antes do jogo ás imediações do estádio, tendo os últimos entrado próximo do intervalo”. Pois é Francisco, o tempo de escoamento de entrada foi parecido, mas não aconteceu aos vossos adeptos o mesmo que aconteceu aos benfiquistas.

Depois como não podias atacar o sistema, que é o vosso, e já não tinhas muito para te defender, vem a tua instituição tentar por paninhos quentes, dizendo que não acusaram ninguém.

Devem ter acusado o Papa, coitados!

Comments

comments

O que pode ver

Toda a notícia da revista Sábado.

Relacionado Comments comments