Agressão de adepto a Pizzi fora do auto da PSP!

O Record deu conta esta madrugada, que a agressão do adepto a Pizzi ficou de fora do auto da PSP e que o processo sumário passou a processo comum.

A PSP não refere qualquer agressão no auto de detenção do adepto do FC Porto que entrou no relvado durante o jogo de sexta-feira com o Benfica e empurrou Pizzi pelas costas. De acordo com o relatório enviado ontem pela PSP às redações, José Pereira foi detido às “22h17, no Estádio do Dragão, por invasão de recinto desportivo”.
O adepto era para ser julgado em processo sumário, numa sessão marcada para ontem de manhã no Tribunal de Pequena Instância Criminal do Porto, mas não compareceu. Este procedimento utiliza-se nos casos em que a sentença se aplica com base apenas no auto de flagrante delito elaborado pelas forças de segurança e deve ser concluído até 48 horas (úteis) após a detenção. O procurador acabou por optar por não concluir o processo sumário e transformou-o em processo comum, de forma a que sejam conduzidas todas as diligências necessárias para produção de prova, nomeadamente inquirição de testemunhas e visualização de imagens.

O jornal conta ainda, que o jogador do Benfica irá apresentar uma queixa-crime contra o adepto portista por ofensas à integridade física. Tendo em conta que não se trata de um crime público, e ser necessário haver queixa para que exista um procedimento criminal. Porém, a acusação terá a vida facilitada, pois as imagens das agressões foram registadas pelas câmaras de televisão.

Comments

comments

Check Also

Pinto da Costa queixou-se do VAR, e o VAR deu-lhe um presente!

Pinto da Costa queixou-se do VAR, e eles deram-lhe um presente! Ao minuto 31 da …

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 7 outros subscritores