Adepto do FC Porto que invadiu relvado, não compareceu no tribunal!

José Pereira, adepto que agrediu Pizzi na passa sexta-feira, no clássico FC Porto-Benfica, não compareceu hoje no Tribunal de Pequena Instância Criminal do Porto, tendo-se feito representar pelo advogado Eduardo Sousa Carvalho, que à saída não prestou declarações. O processo sobe agora para o DIAP.

Após se ter acercado do banco das águias, onde estava instalada a confusão, e ter atingido o médio das águias, o invasor foi empurrado por elementos ligados ao Benfica e facilmente agarrado pelos seguranças.

De acordo com a Lei 39/2009, de 30 de julho, alterada pela Lei nº 52/2013, de 25 de julho, José Pereira pode ser sancionado com pena de prisão até um ano e quatro meses ou multa. Pode ainda ser proibido de aceder a recintos desportivos num período entre um a cinco anos. Devido a este acto de invasão e agressão por parte do adepto, o estádio do FC Porto, pode ser sancionado com jogos à porta fechada.

Costuma-se dizer que, “quem tem cu em medo”, ou que “foge com o rabo à seringa” e foi exactamente o que este senhor fez. Esperemos que tenha consciência dos seu actos, tal como esperemos que o DIAP actue.

Comments

comments

O que pode ver

Sporting: Suspeitos que invadiram Alcochete estão suspensos da condição de sócio!

A Comissão de Fiscalização do Sporting, nomeada por Jaime Marta Soares, anunciou esta hoje que …